Como a análise de dados pode contribuir para uma gestão estratégica

Cada vez mais gestão estratégica e análise de dados têm caminhado juntos, as organizações públicas ou privadas que aproveitam os benefícios dessa relação conseguem estruturar melhor os seus processos e atingir resultados cada vez mais positivos.

Antes de compreender os benefícios dessa associação é importante conhecer um pouco mais sobre os fatores envolvidos no processo. Sem entender a importância da gestão estratégica e da análise de dados um gestor pode investir alto em estratégias e armazenamento de informações, mas não ter o retorno esperado por não saber fazer a leitura correta dos dados ou por manter um planejamento que não condiz com os resultados alcançados.

unsplash-logoHelloquence

A gestão estratégica é a forma de administrar os recursos de uma entidade em busca de resultados e metas que tornem o negócio eficaz.  Trata-se de gerir um negócio com foco em estratégias que envolvam toda a estrutura de uma organização. Para que uma administração seja considerada estratégica é preciso conhecer o propósito da organização, para que sejam definidos objetivos coerentes, e compreender o ambiente no qual a estrutura está inserida.

A análise de dados consiste em verificar informações e resultados de processos de diferentes áreas e assuntos. Analisar dados é importante para captar tendências e padrões em determinados assuntos, além de obter comparativos de desempenho. Uma análise bem feita permite que um gestor conheça o cenário no qual está inserido, seja ele público ou privado, isso acontece porque o procedimento fornece características, demandas, peculiaridades, mudanças no comportamento e problemas das organizações.

Alinhar análise de dados a gestão estratégica permite que o caminho traçado pela gestão seja tomado com base em dados e resultados, o que direciona as ações para uma trajetória mais acertada. A análise de dados permite elaborar um planejamento estratégico com mais segurança, desenvolver ações consistentes e compreender as oportunidades e desafios da administração.

 

A disposição desses dois fatores fornece informações sobre os clientes e suas preferências, contribui para que haja foco nas metas com ações de trabalho voltadas para métricas preestabelecidas e, entre outras coisas, ajuda a prever cenários e meses de retração e a tomar soluções consistentes, sem achismos. Dessa forma é possível constatar que uma administração estratégica, vai primeiro analisar os dados antes de tomar decisões importantes.

Percebendo os aspectos positivos de uma boa análise de dados em estratégias, gestores têm buscado cada vez mais alinhar essas questões em busca de bons resultados. Pela necessidade da análise de dados cada vez mais rápida, diversas gestões públicas e privadas tem usado sistemas de analytics ou que contenham a função de análise de dados para verificar desempenho, ter maior controle dos gastos e trilhar um caminho com estratégias mais eficientes.

KPI-RESP

O KPI e o Sistema Integrado de Informação Municipal (SIM) são sistemas que permitem monitoramento de dados para tomadas de decisões estratégias em gestões públicas e privadas. O KPI fornece relatórios dinâmicos com comparativos de informações de diferentes fatores, avaliação de desempenho por metas e indicadores personalizáveis por empresa. O SIM,  sistema voltado para gestão pública, fornece gráficos de despesas e dados da administração em tempo real. Os dois sistemas são desenvolvidos pela CMT Tecnologia e colaboram com tomadas de decisões estratégicas com base em levantamento de dados.

É importante lembrar que mais do que querer associar gestão e dados é importante saber fazer a leitura correta das informações geradas para uma administração estratégia com resultados efetivos. 

Como a análise de dados pode contribuir para uma gestão estratégica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo